Eletrônica digital com Arduino – Buzzer, parte 1

Demorei pra iniciar posts a respeito do buzzer porque estava sem um, então passei na Sta Efigênia e comprei alguns de 3v a R$2,00 a unidade.

Buzzer

O buzzer vem como nessa imagem, com um selo em sua superfície com o sinal “+” na direção do pino positivo, que normalmente é o pino mais comprido. A sua utilização no arduíno é muito, muito simples. Mas nós não queremos simplesmente emitir um som, certo? Com o buzzer podemos gerar frequências e tempos diversos, então podemos tocar notas, gerando assim música.
Além disso, vamos criar uma sirene, utilizando uma senóide para gerar as ondas.

Para ter uma idéia do quão simples é tocar um som em Arduino, veja essa imagem:

Na imagem, o pino 4 digital está sendo utilizado para saída da frequência. Então na parte de programação definiremos o pino digital 4 como saída. Todas as pré-definições devem ser feitas na parte do código de setup:

setup(){
pinMode(4,OUTPUT);
}

E por fim, tocamos o som com a função tone do Arduíno. Sua forma básica é:
tone(PINO,FREQUÊNCIA,DURAÇÃOms);

loop(){
//play tone
tone(4,3100,800);
//delay (ms)
delay(1000);
}

Simples assim, está feito o play do buzzer.
No próximo post aumentaremos a complexidade com geração de frequências através de um potenciômetro de slide. Além da geração do som, simultaneamente controlaremos a intensidade de luz em um led de alto brilho. E além disso, o som só será iniciado após apertar um botão na protoboard.

O modelo já está pronto, testado e fotografado. Até já!

Comments

comments

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.

2 comentários em “Eletrônica digital com Arduino – Buzzer, parte 1

Deixe uma resposta