Display OLED do Onion Omega

Display OLED
Display OLED

Quem não quer ter um feedback, seja lá qual for o projeto? E nada pode ser mais informativo do que um display, ainda mais se ele tiver a capacidade de exibir gráficos, não é mesmo? Bem, caros makers e “makeras”, vos apresento o display OLED da Onion Omega que, claro, não poderia faltar para dar mais valor a esse preciosidade de 5 dolares.

Como todos os recursos empilháveis da Onion Omega, você pode testar o display diretamente através do browser. Tudo o que você precisa fazer é conectar o display ao dock e ligá-lo. Já lhe adianto; não se assuste ao não ver o LED RGB da dock apagado, realmente esse recurso se vai durante o uso do display, mas afinal, para que serviria esse LED num momento desses, hum?

Repare que nessa expansão não há slots superiores, afinal, o display precisa ser visto e não faz sentido sobrepô-lo com quaisquer outros expansores.




Algo que me atrai muito na Onion Omega é a velocidade de teste, bastanto iniciar o boot após a montagem e já diretamente no browser você consegue ter sua primeira experiência com sua expansão. Isso é muito importante em minha opinião porque antes de iniciar um projeto e se frustrar devido a erros de programação, você já consegue ver o funcionamento do dispositivo e assim pode programar mais tranquilamente sabendo com clareza que se algo estiver errado, é por conta da programação mesmo.

Interatividade
Interatividade

O display é bastante pequeno como você pode ver, mas tem uma densidade incrível de pixels, de forma que é possível colocar 168 caracteres visíveis na tela. Se isso ainda não for o suficiente, você pode fazer scroll do texto e por fim, ele tem a habilidade de exibir gráficos. Apesar de incrível, seu tendão de aquiles é ser monocromático, mas não deixa por menos para nenhum outro display.

Além de todos esses benefícios, a Onion Omega oferece em sua biblioteca a habilitade de manipulação do display por programação, de forma que você pode integrá-lo facilmente a seus projetos como por exemplo, em Python.




Só pra mostrar a simplicidade, vou descrever o processo para um “hello world”, duvido que isso não lhe fará desejar esse display. Primeiro instale as ferramentas necessárias:

Agora inicie um código Python (pode ser com vi mesmo):

Fácil demais. Isso é só o básico do básico. Se quiser ver tudo o que é possível fazer com esse display, divirta-se com a documentação nesse link.

E se deseja comprar essa belezinha, aproveite o momento e siga esse link.

Inscreva-se no nosso newsletter, alí em cima à direita e receba novos posts por email.

Siga-nos no Do bit Ao Byte no Facebook.

Prefere twitter? @DobitAoByte.

Inscreva-se no nosso canal Do bit Ao Byte Brasil no YouTube.

Nossos grupos:

Arduino BR – https://www.facebook.com/groups/microcontroladorarduinobr/
Raspberry Pi BR – https://www.facebook.com/groups/raspberrybr/
Orange Pi BR – https://www.facebook.com/groups/OrangePiBR/
Odroid BR – https://www.facebook.com/groups/odroidBR/
Sistemas Embarcados BR – https://www.facebook.com/groups/SistemasEmbarcadosBR/
MIPS BR – https://www.facebook.com/groups/MIPSBR/
Do Bit ao Byte – https://www.facebook.com/groups/dobitaobyte/

Próximo post a caminho!

Comments

comments

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.