DietPi – Um OS Leve, Robusto Para Raspberrys, Odroids E Oranges Pi!

DietPi_Logo

Esse artigo é um dos mais diversos e interessantes que você vai encontrar em SistemasEmbarcados.org, do grande fera Juliano Farias. Os videos do cara também são muito agradáveis e descontraídos, sugiro que adicione-o em seus bookmarks e conheça seu canal no youtube.

Raspberry Pi, Hardkernel ODROID, e Orange Pi são algumas das placas de desenvolvimento mais populares e rentáveis ​​no mercado hoje. Um desenvolvedor britânico, lançou uma distribuição leve chamado DietPi para todas as placas Rasbperry Pi, ODROID C1 (+), ODROID-XU3 / XU4 e Orange Pi. Além disso, em breve, vai vir como uma máquina virtual VMWare também disponíveis para avaliação.




Os downloads compactados são cerca de 80 a 100 MB, dependendo da placa, a imagem que pode ser gravada com dd ou Win32DiskImager requer um cartão micro SD de 1GB ou superior.

O OS também contém alguns scripts para configurar facilmente o sistema (DietPi-Config), ou instalar programas (DietPi-Software), tais como ambiente desktop LXDE, Kodi, servidor Transmission BitTorrent e assim por diante. Algumas opções serão específicas para algumas placas, como por exemplo Kodi não será executado corretamente em placas Orange Pi por enquanto.

Outros scripts notáveis ​​incluem DietPi-Backup, DietPi-Sync para duplicar diretórios, DietPi-Nice para atribuir níveis de prioridade a programas e DietPi-System Update que verifica automaticamente as atualizações e instalá-las a partir da rede. Você também pode personalizar o nível de log com DietPi-Rramlog, a fim de otimizar o desempenho e suporte WiFi está embutido na imagem, e é configurável com DietPi-Config.

DietPi-Config

Siga-nos no Do bit Ao Byte no Facebook.

Prefere twitter? @DobitAoByte.

Inscreva-se no nosso canal Do bit Ao Byte Brasil no YouTube.

Próximo post a caminho!

Comments

comments

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.

Deixe uma resposta