Protoboard – Como funciona? (iniciante)

Como funciona a protoboard e pra que serve?

Hoje conversei com uma pessoa muito especial e descobri seu interesse em eletrônica, mas ele não tem sequer uma base introdutória, sequer sabe o que é uma protoboard, então decidi fazer tutoriais de Arduino desde o super-básico até desenho de circuitos com o Proteus e a corrosão do circuito com percloreto de ferro (além de algumas dicas de conservação desse circuito para prototipagem).

Amanhã escreverei o primeiro artigo, mas de antemão recomendo alguns materiais básicos, cuja introdução descrevo já:

 Proto board ou bread board





São a mesma coisa. Ela é utilizada para comportar os componentes sem ter que fazer soldagem, facilitando a criação de protótipos. Ela pode ser inadequada dependendo da tensão que se utilize no circuito (e também a complexidade dele) pois pode receber interferências. Mas nos exemplos teremos circuitos simples com resistores de 330ohms (falaremos disso mais adiante).

Um protoboard comum tem a seguinte aparência:

protoboard
protoboard

Esse modelo da imagem anterior tem um custo aproximado de R$40,00 e é facilmente encontrado na Santa Efigênia – São Paulo.

Um modelo básico da protoboard, que será utilizado para explicar seu funcionamento:

protoboard single
protoboard single

Nesse modelo, as bordas possuem duas linhas; uma azul (com sinal -) e uma vermelha (com sinal +). O vermelho é onde alimentaremos com energia e o azul será onde ligaremos o aterramento.
Essas linhas seguem de um lado ao outro da protoboard – e é assim que os furos de alimentação se interligam, ou seja, entraremos com um fio de alimentação e um fio terra na borda dessa placa e depois poderemos tirar alimentação de energia de qualquer um dos pontos na horizontal.

Já no interior da placa (entre as fileiras de alimentação) os furos das bordas são alfabeticamente sequenciadas, como é possivel notar. Então, cada fileira de 5 casas verticais correspondem a um mesmo barramento, ou seja, o que você colocar no furo A da primeira fileira vertical poderá ser interligado com qualquer um dos furos até E. O que for colocado em F terá comunicação até J da mesma fileira.

Se eventualmente for necessário mais do que 5 furos, basta interligar o furo E ao furo J da mesma fileira, e haverão ainda 8 furos disponíveis para comunicação nessa fileira.

Isso será mostrado em detalhes no vídeo que ensinará a acender um led na placa descrita nessa lista de materiais.

Inscreva-se no nosso newsletter, alí em cima à direita e receba novos posts por email.

Siga-nos no Do bit Ao Byte no Facebook.

Prefere twitter? @DobitAoByte.

Inscreva-se no nosso canal Do bit Ao Byte Brasil no YouTube.

Nossos grupos:

Arduino BR – https://www.facebook.com/groups/microcontroladorarduinobr/
Raspberry Pi BR – https://www.facebook.com/groups/raspberrybr/
Orange Pi BR – https://www.facebook.com/groups/OrangePiBR/
Odroid BR – https://www.facebook.com/groups/odroidBR/
Sistemas Embarcados BR – https://www.facebook.com/groups/SistemasEmbarcadosBR/
MIPS BR – https://www.facebook.com/groups/MIPSBR/
Do Bit ao Byte – https://www.facebook.com/groups/dobitaobyte/

Próximo post a caminho!

Agregador de Links - Loucuras da Net

Comments

comments

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.

3 comentários em “Protoboard – Como funciona? (iniciante)

Deixe uma resposta